A História do Perfume

Um pouco sobre a história do perfume

Na história o perfume era usado em rituais religiosos através de incensos e bálsamos. Os primeiros relatos do uso de perfumes surgiram no Egito onde, óleos perfumados eram aplicados sobre a pele, usados como cosméticos ou fins medicinais.

egito-perfumes

Egípcios amavam fragrâncias. Associavam os perfumes com os deuses reconheciam seu feito positivo sobre a saúde e bem estar

No começo perfumes eram usados apenas para cerimônias religiosas de purificação ou rituais. Mas, durante (1580-1085 A.C), foram usados durantes os festivais e as mulheres usavam óleos perfumados como produtos de higiene pessoal também como artificio de sedução.

O perfume rompeu fronteiras através dos comerciantes e se espalhou na Grécia, Roma e no Oriente que, tiveram grande influência no uso e propagação do produto. Com a queda do Império Romano, a influência do perfume diminuiu. Só no século XII com desenvolvimento do comércio internacional é que voltou a aparecer no mercado.

No século XII perfumes era um enorme sucesso, e tornaram-se populares na França e, em 1656, com o crescimento dos fabricantes seu uso também tornou se indispensável.

Com este crescimento no uso de fragrâncias até a corte de Luís XV foi nomeada de “a corte perfumada”, devido ao uso diário de diversas fragrâncias na pele e também, nas vestimentas e mobília.

luis-xv-corte-perfumada
O “Rei Sol” Luis XV e a famosa “corte perfumada” conhecida por grande consumo de perfumes

A revolução do perfume veio com a Eau de Cologne

O século XVII foi revolucionário para perfumaria com invenção da Eau de Cologne.

A mistura de alecrim, nelore, bergamota e limão que foi usado de diversas maneiras diferentes: diluído com água de banho, vinho, consumido com açúcar e até mesmo como antisséptico bucal. Imagina acordar de manhã fazer um gargarejo com seu perfume e sair para trabalhar.

No século XVIII a variedade de frascos era tão larga quanto à de fragrâncias e seu uso. Esponjas, frascos de metal, garrafas em forma de pêra… Mas o que ficou foram os frascos de vidro. Populares, especialmente na França.

Mas como na arte ou culinária, mudanças de comportamento e o desenvolvimento da química formaram a base de perfumaria que conhecemos hoje. A alquimia abriu caminho para a química e novas fragrâncias foram criadas.

Hoje, a recente popularidade de fragrâncias de celebridades também fez um impacto sobre a indústria. Existem mais de 30.000 perfumes de grife no mercado para todos os gostos e bolso.

caleche-nossas-lojas
Loja Caleche com variedade de perfumes importados

A indústria de perfumes passou por várias mudanças na técnica, nos materiais e também no estilo de cada fragrância. Mas todos os que criaram a indústria moderna de fragrâncias, ainda incorporam a criatividade, a mística e o romance em cada fragrância.

Referências:

Parfumsraffy

Wikipedia

 

Deixe uma resposta